terça-feira, 19 de setembro de 2017

A grande ilusão


RESENHA

   Mais uma leitura em conjunto com a minha princesa Má, colocamos uma meta em nossas vidas de lermos todos os livros do Coben juntas (mas estamos programando leituras diferentes também haha). A resenha dela vocês conferem aqui.

   Imaginem a seguinte situação; uma mulher chega em casa após o trabalho e ao observar as imagens do dia atual em uma câmera escondida na sala vê seu marido Joe, brincando com a filha deles de 2 anos, mas esse marido está morto há duas semanas, assassinado brutalmente.

   Essa é a história de Maya Stern, uma ex-militar que voltou a pouco tempo da guerra, trazendo em sua bagagem alguns problemas psicológicos. E em meio a esses problemas e a imagem atual de seu marido morto, Maya sente seu equilibro mental ser posto a prova e parte atrás de respostas.



“Dizem que não é possível enterrar o passado. Talvez seja verdade, mas o que isso significa de verdade é o seguinte: os traumas do passado reverberam e ecoam até o presente e assim permanecem vivos, o que não era lá muito diferente do que Maya estava passando.”




   Fazendo alianças com inimigos improváveis, desvendando segredos ocultos e obscuros, correndo atrás da verdade sem medo, como se não houvesse amanhã (aquela referência marota), Maya demonstra ser uma mulher firme, de fibra e estômago forte, bem forte.

   Você meu caro leitor, vai se pegar preso as páginas procurando desesperadamente chegar ao final para obter a resposta da seguinte pergunta: “Joe está vivo ou não?” Apesar de haver um pouco de enrolo no meio do livro, Harlan Coben não me decepcionou com essa história.

   Um final surpreendente e improvável de ser adivinhado, fiquei chocada e sem reação, chorei como se toda a água do meu corpo estivesse saindo ao ler a ultima frase. Se eu recomendo? Claro que sim, mas aviso, tenha paciência com o meio do livro em? Haha.

“– Muita desconfiança pra um carro só, não acha?  – Pois é – disse Kierce. – Mas é você que está com a corda no pescoço, Maya. Cuidado. As mentiras não morrem nunca. Você até pode tentar sufocá-las, mas elas sempre encontram um jeito de voltar à vida.” 










Detalhes

Páginas: 304
Autor: Harlan Coben
Onde encontrar: AmazonAmericanasSubmarinoSaraivaLivraria Cultura.
Editora: Arqueiro

2 comentários:

  1. Que ARRASO! Pqp! Sempre a minha resenha favorita é a última que você escreveu, pois você não para de arrasar no meu coração. Tudo muito bem colocado Kaka. Quero a próxima leitura logo. Se o Coben soubesse o que tornou a nossa amizade, né? Aimeucoracao. Haha Muitas emoções. Ainda não superei a última frase.
    Amo você! Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Que amor! Eu amo os livros do Harlan Coben e tô doida pra comprar esse. Como sempre ele trazendo melhores suspense para nós.

    Beijinhos, Jenni.

    sinopsedoslivrosjenni.blogspot.com

    ResponderExcluir