segunda-feira, 24 de julho de 2017

O Duque e Eu


RESENHA

   Ainda não conhecia nenhuma obra da Julia Quinn, mas posso dizer? Me apaixonei perdidamente. No prólogo do livro já somos apresentados ao nascimento do nosso querido Simon. Meu coração cortou de tanta tristeza com tudo que aconteceu com esse pobre garoto, mais alguém aqui detesta o pai dele? Pois bem, muitos anos se passam e a historia vai se desenvolvendo com a família mais amada que já conheci até hoje: Os Bridgertons. 

   Violet é aquela super mãe que faz tudo pelos filhos, rigorosa, determinada e cá pra nós, essa mulher tem algum poder especial né? E se você espera aquela mocinha boba que às vezes vemos nos romances de época, pare por ai mesmo e se prepare. Daphne Bridgerton vai superar todas as suas expectativas, ela é forte, decidida, corre atrás daquilo que quer, não se cala para ninguém e tem um senso de humor sarcástico que eu me identifiquei demais. Daff (olha a intimidade) e Simon me fizeram suspirar a cada pagina lida, eu sou suspeita pra falar (amo romances de época), mas a historia de amor entre os dois foi algo maravilhoso de se ler. 

   As vezes a raiva e a magoa do passado impedem uma pessoa de ser feliz, e enquanto essa pessoa não decidir se libertar desses sentimentos, não irá encontrar a felicidade pura e plena. Não vale a pena guardar rancor e se esquecer de viver, e essa é uma das mensagens mais fantásticas que esse livro aborda. Família é a melhor coisa desse mundo não é?! E uma família como a dos Bridgertons é o sonho de qualquer um. Amar é bom, mas ser amado é melhor ainda. Indico com todo o coração a historia de amor entre Daff e Simon.

 










 Detalhes

Páginas: 288
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Onde encontrar: AmazonAmericanasSaraivaSkoob

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Um Estudo em Vermelho – Sherlock Holmes


RESENHA

   Vamos falar hoje sobre um clássico dos romances policiais: a primeira obra de Sherlock Holmes, um dos maiores detetives da literatura policial. Neste primeiro livro, somos apresentados a historia através das memórias do Dr. John Watson, um médico que serviu no exercito. Após ser ferido em uma batalha, é afastado e enviado a um hospital. Nosso Dr. Watson, voltou a Inglaterra para se recuperar e procurando um companheiro de quarto, por acaso do destino acabou conhecendo Sherlock Holmes, que logo no primeiro momento nos mostra seu dom da dedução:

“— Como está? — disse ele cordialmente, apertando-me a mão com uma força de que não o julgaria capaz. — Vejo que andou pelo Afeganistão. 
— Como sabe? — perguntei-lhe, atônito.”

   Na mesma hora o Dr. Watson percebeu o grande intelecto e genialidade do homem a sua frente e com o tempo se tornou o braço direito do mesmo. Um certo dia, dois investigadores da polícia de Scotland Yard surgiram a porta de nossos cavalheiros na Baker Street 221B com um assassinato misterioso a ser desvendado, e os mesmos partiram juntos para descobrirem o mistério. Essa foi a terceira vez que li Um Estudo em Vermelho, e consegui me apaixonar ainda mais pela narrativa fantástica que Arthur Conan Doyle desenvolveu.

   A ciência da dedução é algo tão espetacular que ao criar um personagem considerado “gênio”, o autor nos mostra que o verdadeiro gênio é ele por ser tão incrível ao desenvolver uma historia fantástica como a de Holmes. Desde sua publicação em 1888, o mistério de um assassinato sem qualquer evidências de suspeitos, onde um corpo é encontrado sem ferimentos em uma casa abandonada, despertou o interesse e paixão dos fãs de romances policiais. Arthur Conan Doyle criou o enredo perfeito com os personagens mais cativantes possíveis, que atraíram gerações de fãs ao longo dos anos. 










Detalhes


Essa é a primeira história do Volume I 
da obra completa de Sherlock Holmes 
Páginas: 133
Autor: Arthur Conan Doyle
Editora: HarperCollins
Onde encontrar: AmazonAmericanasSaraivaSkoob




segunda-feira, 17 de julho de 2017

Game Of Thrones S7E01 (REVIEW)


ALERTA DE SPOILER


"Se deixar um lobo vivo as ovelhas nunca estarão seguras"

Arya Stark já começou o episódio mostrando que todo sofrimento ao ser treinada por Jaqen H'ghar não valeu a pena, mas sim a galinha inteira. Que show de atuação Maisie nos deu, arrepiei até a alma quando os Frey's começaram a padecer e ela arrancou a mascara de Lord Walder Frey dizendo:  ''Quando perguntarem o que aconteceu aqui, diga que o Norte se lembra. Diga que o inverno chegou para a Casa Frey.'' Que vingança sensacional meu povo, como esperei por esse momento.


E os caminhantes brancos além de se reproduzirem mais rápido que um coelho, agora possuem um gigante? WTF! Wun Wun é você meu filho?


Jon Snow (King in the North bitches) fazendo valer o sangue Stark e Targaryen com um pulso firme digno de Rei. E Lyanna sempre me dando orgulho, calando a boca da nação com palavras ferinas que precisam ser ditas e ninguém teria coragem de dizer. Nem vou comentar sobre Sansa interrompendo toda hora por que isso me estressou.


Mindinho maldito não cansa de ser naja do deserto né? Destilando veneno na Sansa e ainda tem a cara de pau de flertar. Mas Briennão chegou salvando a cena. E falando em Brienne, coitado do Tormund, ta apaixonadinho e ela nem liga kkkkkk.


Vamos falar sobre a adoradora de vinho mais cruel que já ouve no universo: Cersei Lannister. Está tão louca e cega pelo poder que não enxerga a bússola de inimigos ao redor querendo aquele belo pescoço de leão. Jaime está amolecendo com a idade e ficando sonso? Ah o amor. A megera ainda tem a ousadia ou burrice de convidar ninguém menos que Euron Greyjoy pra formar uma aliança? Mulher você está metida com drogas? O cara matou o próprio irmão por causa de poder.



E Sam Tarly gente kkkkk, ai que horror as cenas dos penicos sujos. Mas graças a R'hllor ele descobre onde está localizada a fonte de vidro de dragão e eu gritei de alegria nessa cena. E a mão do Jorah (vulgo O Coisa do quarteto fantástico) aparecendo? Quase tive um infarto.



Ed Sheeran já aparece cantando, meu coração aguenta? Estou criando teorias sobre uma possível morte desse ruivo. Porque Game of Thrones é assim né? Todos morrem. Então faça como a OLX "desapegue".



Clegane, Thoros e Beric são o novo trio de ouro? (Harry, Rony e Hermione se preparem). O Cão teria demonstrado arrependimento ao enterrar aqueles dois corpos? R'hllor é a universal mesmo em.



E a mãe dos dragões chegando finalmente em casa e já querendo traçar um plano de batalha? Essa mulher não tem limites, descansar pra que, ela quer é GUERRA. Só fiquei triste pelos dragões terem aparecido bem pouco, quase nada aliás. Mas preciso dizer: QUE EPISÓDIO FOI ESSE PRODUÇÃO, SENSACIONAL. 


sábado, 15 de julho de 2017

Ajuste de Contas




RESENHA



   O livro nos conta a historia de Justino, um homem que abdicou de tudo em sua vida, com o propósito de se tornar um pistoleiro. Seu talento era tanto que ganhou prestigio e reconhecimento nessa área da pistolagem. Até que um dia, um telefonema com um novo “serviço” muda a vida de nosso personagem principal. A narrativa é tão fluida e agradável que mal senti as paginas chegarem ao fim. Justino não imaginava que depois de mais 12 anos na vida de pistoleiro, com uma promessa de “serviço” sua vida mudaria complemente.

   O autor nos deu um personagem forte e decidido, apesar de cometer erros que mudaram o rumo de sua vida, não há como não se emocionar ao longo das paginas com tudo o que acontece ao nosso destemido personagem. A historia nos mostra que a vingança nem sempre é o melhor caminho, e que um dia vamos prestar contas de todas as nossas ações. Não adianta lutar contra o destino, ele é implacável. O amor é frágil e delicado, e por isso precisa ser valorizado antes que seja tarde demais. Amei essa leitura e super indico a todos que gostam de um bom mistério recheado de surpresas.













Detalhes

Páginas: 80.
Autor:  Wallery Giscar
Onde encontrar: SaraivaLivraria CulturaSkoob.
Editora: Giostri
Contato com o autor: aqui e aqui.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Alriet: Quando O Amor Acontece



RESENHA


   Como começar a falar desse livro que me prendeu do inicio ao fim? Que narrativa encantadora, agradável e estimulante. Identifiquei-me tanto com ambos os personagens principais. Havia tempos que uma historia mexia tão profundamente com o meu coração (como fugir dessa ressaca literária? Help?). 

   Logo no inicio do livro já somos apresentados a Alec, um rapaz extremamente tímido, perdeu o pai tão cedo, possui dificuldade em se relacionar com as outras pessoas e em virtude disso só tem a mãe como companhia constante. Até que por causa de um esbarro do destino, ele tropeça em Harriet, e é ai meus caros que surge aquela amizade poderosa, forte e imbatível. 

   É surreal o companheirismo constante entre eles, o modo como um se torna o alicerce do outro. Harriet se tornou aquela personagem querida que eu guardarei para sempre dentro do meu coração. Me vejo nela em vários aspectos, e a maneira desastrada de tropeçar nas coisas é uma delas. Tive um misto de emoções fortes com esse livro. Chorei, sim, chorei demais, chorei muito mesmo, como se eu estivesse desidratando por dentro. Ri muito do entrosamento entre eles, ficava sorrindo igual boba ao constatar que eles definitivamente eram feitos um para o outro e não se davam conta nenhuma disso. 

   Se eu pudesse obrigar todos ao meu redor a ler Alriet, eu obrigaria. Duro foi chegar ao final da historia, me apeguei demais aos personagens. Meu sonho? Uma continuação rs. 

"A vida nos surpreende, pois quando você menos espera, ela te da um presente. Um presente que você levará para a vida toda e tem um nome; amizade."














Detalhes 

Páginas: 342
Autor: Grazi Fontes
Onde encontrar: AmazonSkoob.
Contato com a autora: aquiaqui e aqui